Já está disponível o "novo" Documento de Referência para a Eficiência Energética na Iluminação Pública (DREEIP), tendo a sua redacção como base a Norma Europeia para a Iluminação Pública, EN 13201, revista em 2015.
 
O DREEIP tem como objectivo estabelecer como referência, uma série de parâmetros técnicos que um projecto de Iluminação Pública deverá seguir de modo a obter uma maior eficiência energética nas instalações.
 
O Documento encontra-se dividido em duas partes:
 
  • PARTE 2 – Projecto de Iluminação Pública – Especificações (DREEIP (Parte II))
 
O DREEIP é o resultado da actividade de um grupo de trabalho constituído por iniciativa da Secretaria de Estado da Energia, em 2010, e que integrou os seguintes actores no domínio da iluminação pública em Portugal: RNAE - Associação das Agências de Energia e Ambiente (Rede Nacional), CPI - Centro Português de Iluminação, ADENE - Agência para a Energia, ANMP - Associação Nacional de Municípios Portugueses, EDP Distribuição e OE - Ordem dos Engenheiros.
 
O DREEIP foi alvo de uma actualização, tendo sido criado para o efeito, em Setembro de 2017, um novo grupo de trabalho onde se fizeram representar o CPI - Centro Português de Iluminação, ANMP - Associação Nacional de Municípios Portugueses, OE - Ordem dos Engenheiros, OET - Ordem dos Engenheiros Técnicos e a DGEG - Direção-Geral de Energia e Geologia. A RNAE - Associação das Agências de Energia e Ambiente (Rede Nacional), que integrou o grupo em 2018, colaborou na revisão final do novo documento.

Promovido pelo Fundo de Eficiência Energética (FEE)

 

Este aviso é dirigido a dois tipos de beneficiários:

- pessoas singulares/particulares;

- pessoas coletivas de direito privado.

 

Dentro das pessoas coletivas de direito privado as entidades elegíveis são todas com exceção das que possuam a CAE 01 a 33 (Agricultura, produção animal, caça, floresta e pesca; Indústrias extrativas; Indústrias transformadoras). Ou seja, PME de serviços e comércio, hotelaria e restauração, IPSS, bombeiros voluntários, associações desportivas, entre outras, poderão beneficiar deste apoio.

 

São elegíveis para as pessoas singulares/particulares os investimentos que visem a implementação, em edifícios (unifamiliares ou multifamiliares) existentes e ocupados de habitação, de soluções que promovam a melhoria do desempenho energético do edifício ou fração em causa, através de:

- Requalificação de sistemas de aquecimento de águas quentes sanitárias (AQS);

- Instalação de janelas eficientes;

- Requalificação do isolamento térmico segundo o Regulamento de Desempenho Energético dos Edifícios, envolvente interior e exterior;

 

Para as pessoas coletivas de direito privado aplicam-se os anteriores, acrescido da seguinte solução:

- Iluminação eficiente

 

A comparticipação do FEE varia de acordo com o beneficiário, existindo ainda limite máximo de despesas por projeto:

Para as pessoas singulares/particulares:

- Requalificação de sistemas de aquecimento de águas quentes sanitárias (AQS) – 60%;

- Instalação de janelas eficientes – 60%;

- Requalificação do isolamento térmico segundo o Regulamento de Desempenho Energético dos Edifícios, envolvente interior e exterior – 50%.

 

Para as pessoas coletivas de direito privado:

- A comparticipação é de 35% para as 4 soluções, sendo que no caso das Instituições humanitárias de caráter voluntário e de interesse e utilidade pública terão uma comparticipação adicional do FEE de 25%, perfazendo um total de 60% de financiamento.

 

http://www.pnaee.pt/avisos-fee/aviso-25

 

As candidaturas terminam a 13 de outubro.

quarta, 21 março 2018 10:23

Formação - QGIS INTRODUÇÃO

Termina na próxima 5ª feira a 4ª edição de formação - Introdução ao QGIS - em Penela, no edifício SMARTS.

Rumo a um futuro sustentável,

A AREAC encontra-se a elaborar a candidatura para melhoria da eficiência energética da Piscina Municipal de Miranda do Corvo ao aviso CENTRO - Programa Operacional Regional do Centro - EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NAS INFRAESTRUTURAS PÚBLICAS DA ADMINISTRAÇÃO LOCAL.

Rumo a um futuro sustentável,

A AREAC encontra-se a elaborar a candidatura para melhoria da eficiência energética da Piscina Municipal de Vila Nova de Poiares ao aviso CENTRO - Programa Operacional Regional do Centro - EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NAS INFRAESTRUTURAS PÚBLICAS DA ADMINISTRAÇÃO LOCAL.

Rumo a um futuro sustentável,
Pág. 1 de 23

  areac@mail.telepac.pt           Tel/Fax: (+351) 239 542 939            Rua Dr. Rosa Falcão, n.º 133, 3220-216 MIRANDA DO CORVO                

Assine a nossa Newsletter

Nome:
Email: